Pessoas inteligentes que gostam da verdade

31 de outubro de 2014

Sobre a situação do Blog e a minha mensagem ao Google

   
    
    
 
SOBRE A SITUAÇÃO DO BLOG
  
COM MUITA FREQUÊNCIA O BLOG ESTÁ SAINDO FORA DO AR, E DANDO A MENSAGEM DE QUE FOI EXCLUÍDO.
JÁ OCORREU ISSO VÁRIAS VEZES.

NA SEMANA QUE ANTECEDEU AO SEGUNDO TURNO DA ELEIÇÃO, A SITUAÇÃO FICOU DIFÍCIL.

DEPOIS QUE PASSOU A ELEIÇÃO, TUDO VOLTOU APARENTEMENTE AO NORMAL.

SOMENTE APARENTEMENTE.
     
POIS A PETRALHADA E DEMAIS ESQUERDOPATAS SE UNEM NAS REDES SOCIAIS E COMBINAM DE ATACAR O BLOG EM MASSA.
AÍ ELE SAI DO AR, E FICA NO SISTEMA DO BLOGGER/BLOGSPOT, AGUARDANDO QUE OS CARAS DO GOOGLE EXAMINEM.
   
VÁRIAS PESSOAS TEM RELATADO ISSO PRA MIM, QUE SEUS RESPECTIVOS BLOGS TEM SAÍDO DO AR.
 
QUANDO O BLOG É REMOVIDO, O GOOGLE EMITE/ENVIA UM AVISO AO USUÁRIO.
ATÉ HOJE NUNCA RECEBI NENHUMA NOTIFICAÇÃO DO GOOGLE.
MAS CASO CONSIGAM UM DIA EXCLUIR, POSSO PEDIR PARA O GOOGLE RECUPERAR PRA MIM.
LEVARÁ UM TEMPO, MAS ELES RECUPERAM, PELO QUE TENHO LIDO EM VÁRIAS POSTAGENS.
É QUESTÃO DE CONVERSAR.
É ISSO...
OS PETRALHAS ESTÃO COM TUDO, DERRUBANDO BLOGS DE DIVERSAS PESSOAS, DE VÁRIAS PARTES DO PAÍS, PERFIS DE FACEBOOK, E MUITO MAIS...
QUEREM CALAR E QUEREM IMPEDIR QUE MAIS PESSOAS TENHAM ACESSO AS INFORMAÇÕES.
   

 
   

Minha mensagem ao Google
Minha mensagem ao Google pra resolver a situação do meu blog.
https://support.google.com/accounts/contact/suspended?p=blogger

Boa tarde.
Gostaria de saber se tem como voltar a exibir meu blog "http://averdadequeamidianaomostra.blogspot.com.br/".
Eu faço um trabalho de combate político ideológico através deste blog, onde reúno notícias de relevância, e links de vídeos do YOU TUBE, e posto diversos artigos nele.
Ocorre que os petistas e esquerdistas em geral estão FURIOSOS e com medo de perder a eleição presidencial, e estão fazendo ataques contínuos pra derrubar do ar, essa gente faz qualquer coisa pra silenciar quem eles odeiam e quem não concorda com eles.
Quanto tento acesso ao meu blog recebo a mensagem de que o Blog foi removido, sendo que eu não excluí, e nem foi excluído pelo Google. Quando o Google exclui, sempre nos envia uma mensagem na caixa de e-mails. E não recebi nada. O que está ocorrendo com meu blog? TEM COMO RESOLVER?
 
 
 
 
 
VEJAM ESSE OUTRO AVISO AQUI:







 

30 de outubro de 2014

Depoimento de um jovem ex esquerdista

      
     
    
  
Um internauta que acompanha este blog entrou em contato comigo, e fez o seguinte depoimento:
 
 
 
Fala Kruegger, mais uma vez!

Como já lhe disse, meu nome é XXXXX e tenho YY anos, estudo no ensino médio atualmente. Vou te contar uma experiência no ano passado comigo, sobre o esquerdismo cultural no ensino médio...
No ano passado, participei de um projeto científico cujo objetivo é escrever um artigo científico sobre qualquer assunto e prová-las através de teses e fatos no artigo e também em uma apresentação na frente dos pais dos alunos e das professoras(literatura e redação). A professora de literatura pediu para que cada grupo tivesse 6-8 integrantes, e meu grupo decidiu falar sobre o regime militar pela ótica das canções de Chico Buarque (ex: Apesar de você, cálice, construção,etc) e de um outro artista (não me lembro se era Geraldo Vandré ou Caetano Veloso). Pois cada trecho da música tinha uma "mensagem oculta" criticando o regime militar. Ok, separamos as sílabas, analisamos cada trecho das musicas e tals....
Chegou o dia da apresentação, depois de muito tempo gasto para fazer o artigo, pesquisas e discussões, chegou o grande dia. Todos nós do meu grupo, os meninos de terno e gravata e as meninas de vestido, "orgulhosamente" apresentamos o nosso artigo de forma reduzida em um slide. Descemos a lenha nos militares(só falamos das censuras, das torturas, etc) e falamos bem do Chico Buarque. Fomos aplaudidos de forma estrondosa, as professoras se emocionaram... Saímos daquele momento achando que os militares fizeram o mal para nação e o chico Buarque e os artistas censurados um herói...
O foda é que fomos enganados. Quem realmente não gosta dos militares e do regime há pouco encerrado no nosso país, são os esquerdistas socialistas e comunistas. O regime militar não foi ruim pra todos e sim para uma parte SAFADA que queria dar um golpe comunista ou pelo menos simpatizava isso aqui no nosso país(Dilma FDP, Zé Dirceu, Genoino, e outros...). Não estou dizendo que foi tudo perfeito o regime militar, mas evitou um golpe terrível no Brasil e ainda botou ordem na casa. Meu pai sempre me disse sobre os tempos de regime militar: educação era boa, as pessoas tinham mais respeito e cumpriam o que prometiam, não tinha tanto bandido na rua, enfim, ele me disse que era mais feliz naquela época do que hoje em dia, onde as coisas estão invertidas totalmente.
Cara, GRAÇAS A DEUS, eu estou acordando pra vida. Somos condenados a ser esquerdista se não buscarmos outras fontes, outras formas de pensar. Antigamente só assistia TV, via jornal nacional e esses outros de emissoras abertas, só. Não sei se esses meus colegas acordaram, porque sai daquela merda de escola.
Mas é isso aí, estou me preparando para faculdade, Ah sim, a faculdade... Já sei que espero um monte de professores e alunos marxistas gayzistas, feministas e abortistas. E provavelmente eu e um ou outro liberal democrata. Vou te mandar fotos, quando for a faculdade, de como será...
Flw!
A direita precisa acordar! Nós precisamos se infiltrar mais na política, nas faculdades, nas instituições, nas escolas para mudar esse cenário!  



Perguntei a ele se eu poderia publicar esse relato no blog.
  

Posso publicar esse seu depoimento no meu blog?
Eu omito o nome e a idade.
Me referirei como "um internauta seguidor deste blog".
Aceita?
  


E ele respondeu afirmativamente.
Por isso publiquei aqui.
    


Recomendo esse outro blog aqui, o cara que criou está fazendo um excelente trabalho.
  
Diário de um ex Comunista - A vida após o esquerdismo
 
 
Tem esse outro carinha aqui, que também abandonou a esquerda, vale a pena ver o vídeo dele.
  
 
 
  

29 de outubro de 2014

A Esquerda usa empresários aliados para ajudar companheiros no exterior

        
   
VEJAM TUDO ATÉ O FINAL
         
 
   
     
  
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

FONTE: Valor Econômico\Marcos Mendes, tirado do seguinte link
http://www.portosenavios.com.br/portos-e-logistica/24566-financiamento-do-bndes-para-obras-no-exterior
 

Financiamento do BNDES para obras no exterior

  • Terça, 03 Junho 2014 23:10
O BNDES tem financiado a construção de infraestrutura em outros países. Casos famosos são o porto em Cuba e o metrô em Caracas. Por que um banco público brasileiro deve financiar o investimento em outros países, quando o Brasil é tão carente desses mesmos investimentos?
 
O presidente do BNDES procurou explicar a lógica dessas operações em audiência pública no Senado. Argumentou que se trata de um mecanismo de incentivo à "exportação de bens e serviços de engenharia, de alto valor agregado". Isso geraria os seguintes ganhos para o país:
 
1- nossas empreiteiras, ao exportar seus serviços, encomendariam insumos da indústria brasileira, ativando amplos segmentos da cadeia produtiva no Brasil;
Cabe perguntar o que poderia ter sido feito aqui com os US$ 7,8 bi de financiamento nos últimos sete anos
 
2- a exportação de serviços de engenharia induziria as firmas a buscar a melhoria nas suas técnicas de produção, aumentando a produtividade;
 
3- entrariam dólares no país, fortalecendo o balanço de pagamentos;
 
4- o Brasil estaria fazendo o mesmo que outros países: utilizar financiamento de agência pública para abrir caminho para as empresas nacionais no mercado externo;
 
5- o volume de financiamentos do BNDES nessa modalidade seria pouco relevante, equivalendo a apenas 2% dos desembolsos do banco.
 
Nenhum desses argumentos resiste a uma análise mais cuidadosa.
O primeiro problema é que o BNDES é um banco do governo brasileiro. E esse governo é deficitário, ou seja, tem poupança negativa. Por isso não dispõe de recursos próprios para emprestar para terceiros.
 
Para colocar dinheiro no banco para que este empreste a terceiros, o governo terá que tomar empréstimo. Ao fazê-lo, ele retira do mercado recursos que estariam disponíveis para empresas e governos interessados em investir no Brasil. Com menos poupança disponível, sobe a taxa de juros (o preço do crédito), onerando os demais demandantes de crédito.
 
A escassez de poupança do governo não seria um problema se o setor privado brasileiro poupasse muito. Nesse caso, haveria poupança de sobra na economia para financiar o governo e os demais agentes privados que desejassem fazer investimentos. Mas esse não é o caso. Nossa poupança nacional agregada (pública e privada) não passa de 15% do PIB. Em um ranking de 156 países, estamos em 112º lugar. Ou seja, entre os 30% de mais baixa poupança.
  
A conclusão é simples: a poupança alocada para financiar infraestrutura no exterior deixa de estar disponível para financiar infraestrutura no Brasil.
 
Como nossa carência de infraestrutura é muito alta, o retorno para a economia brasileira dessas obras no país será alto. Provavelmente maior que o retorno gerado pelos efeitos secundários dos financiamentos externos do BNDES sobre a demanda por bens e serviços brasileiros. Ademais, se fizéssemos os investimentos no Brasil, e não no exterior, também haveria efeitos sobre a cadeia produtiva da indústria nacional.
 
Tampouco se sustenta o argumento de indução de ganhos de produtividade. Não é a exportação em si que induz a busca por melhorias no sistema de produção, mas sim a competição. E competição pode ser obtida com licitações para obras domésticas abertas a concorrentes externos.
 
O efeito positivo sobre o balanço de pagamentos também é questionável. Como a concessão de crédito pelo BNDES corresponde a uma expansão fiscal (gasto de dinheiro público, financiado por endividamento), haverá um impulso à demanda agregada da economia, que induzirá o aumento do consumo de produtos importados, pesando negativamente nas contas externas.
 
Quanto ao argumento de que outros países fazem o mesmo que o BNDES está fazendo, vale observar que, dos sete países listados pelo BNDES como os grandes incentivadores de suas exportações (EUA, França, China, Alemanha, Japão, Índia e Reino Unido), nenhum é grande exportador de commodities como o Brasil, um tipo de produto cuja venda não é dependente de financiamentos à exportação.
  
Ademais, dos países citados, apenas dois não fazem parte do grupo de potências mundiais: China e Índia. Não por coincidência, são nações que têm taxa de poupança doméstica muito superior à brasileira, da ordem de 49% e 29% do PIB, respectivamente. Podem, portanto, se dar ao luxo de alocar parte dessa poupança para crédito ao exterior.
  
Quanto a dizer que os valores alocados pelo BNDES às operações em questão são pequenos, frente ao orçamento total do banco, cabe perguntar o que poderia ter sido feito, no Brasil, com os US$ 7,8 bilhões (ou R$ 18 bilhões) de financiamentos dessa modalidade concedidos nos últimos sete anos. Trata-se de recursos suficientes para construir uma hidrelétrica de grande porte, ou para financiar aproximadamente 40 km de metrô em uma grande cidade como São Paulo.
 
Afirmar que esse montante é pouco significativo, por representar uma parcela pequena dos desembolsos do BNDES, apenas revela outro problema: o BNDES empresta recursos demais. Não é o numerador que é pequeno, e sim o denominador que é grande. Enquanto o banco de fomento da China é responsável por 8% do crédito daquele país e o da Alemanha por 12,7%, o BNDES é o credor de nada menos que 21% do estoque de crédito do Brasil!
 
Por fim, se essas operações fossem, de fato, um rotineiro apoio à venda de serviços de engenharia no mercado externo, os países beneficiados por essas vendas seriam definidos com base em critérios de mercado. Faz-se investimento em infraestrutura em todos os lugares do mundo, e nossas "multinacionais da engenharia" deveriam ter clientes em vários países. É estranho que nada menos que 76% dos recursos tenham sido carreados para apenas 4 países: Angola (33%), Argentina (22%), Venezuela (14%) e Cuba (7%); todos ideologicamente aliados ao Partido dos Trabalhadores.
 
 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
 
 
 
  
Odebrecht é a que mais ganha obras no exterior
  
Em dez anos, cresceram 1185% os financiamentos do BNDES para empreiteiras brasileiras no exterior, escolhidas a dedo e isentas de fiscalização de órgãos de controle. Amiga do ex-presidente Lula, que utiliza seus jatinhos, a baiana Odebrecht faturou 26 dos 48 projetos de infraestrutura na América Latina até 2012. Somente em Angola, a empreiteira teve financiamento do BNDES para 35 grandes projetos.
 
• O nirvana. A ditadura cubana não viu a cor dos US$ 678 milhões (R$ 1,64 bilhões) do BNDES para o Porto de Marial. A grana foi direta para a Odebrecht.
 
• É uma festa. A Camargo Correa tem sete projetos financiados pelo BNDES em Angola. A Andrade Gutierrez tem 13 e a Queiroz Galvão, 18.

• O jeitinho. O BNDES financia para as empreiteiras o “envio de bens já existentes ou de serviços” a outro país. Chamam isso de “Exim Pós-Embarque”.

 
• Multinacional. A Odebrecht tem contratos com dinheiro do BNDES em Angola, Peru, Argentina, República Dominicana, Equador, Venezuela e Uruguai.
Imóveis funcionais rendem merreca ao governo

• Proprietário de 33 imóveis funcionais nas mais nobres áreas do Distrito Federal, o governo arrecada a merreca de R$ 29,2 mil com a taxa de ocupação cobrada dos seus privilegiados inquilinos, assessores do governo. O valor não daria para pagar nem sequer o aluguel de duas das mansões que fazem parte dessa lista, no Lago Sul, atualmente transformadas em aprazíveis sedes de dois órgãos governamentais.

 
• Alerta vermelho. O Twitter não perdoa: a sugestão é que, na volta de Cuba, o avião de Dilma faça uma “parada técnica” no Triângulo das Bermudas.
 
• Obras inesquecíveis. Além de estradas de biscoito e pontes de papel machê, agora temos passarelas para pedestres construídas com papelão.
 
• Águas de bacalhau. A página no Facebook do restaurante Eleven, onde Dilma jantou com a comitiva em Lisboa, virou alvo de chacota e sugestão de boicote.
 
• Mais do mesmo. O motorista irresponsável e o operário que não apertou os parafusos da passarela serão os únicos punidos na tragédia da Linha Vermelha, no Rio. Menos o grupo Invepar-Lamsa-OAS, que opera a concessão.
 
Mistério em Lisboa. Dilma deixou no ar e desviou a polêmica da inauguração do porto de Mariel, em Cuba: os olhos roxos nas fotos em Lisboa revelam noites mal dormidas. Ou, mais provável, uma plástica na estadia em Zurique.
 
• Valec: maré de sorte...O ministro César Borges (Transportes) e o presidente da Valec, José Lucio Lima Machado, têm sorte: um tal Paulo Ruy Godoy Filho ameaça processá-los, tentando melar a compra de trilhos da Ferrovia Norte-Sul.
 
• ...com figura manjada. Paulo Godoy, que ameaça acionar o governo, dono de quatro CPF’s, é réu em mais de 90 ações por estelionato, contrabando, formação de quadrilha, lavagem etc. Ajuizou 8 ações contra a Valec. Perdeu todas.
 
• Opaca transparência. Há um ano nº 2 da CGU, que supostamente fiscaliza a União, Carlos Higino não desocupa imóvel funcional do governo do DF. Diz que fez permuta com uma colega, como se fossem deles os próprios da União.
 
• Conexão Brasil-Canadá. O diplomata Pedro Brêtas Bastos entregou ontem suas credenciais de embaixador do Brasil ao governador geral do Canadá, David Johnson, que representa a rainha Elizabeth. A embaixada é sediada em Ottawa.
 
• Exploração Airlines. Apesar dos sites que comparam tarifas, as empresas aéreas tratam os clientes como otários. Para uma mesma data, voo Ilhéus-Brasília custa R$ 259 na Avianca, 1.350 na TAM, 1.780 na Gol e R$ 3.179 (!) na Azul.
 
• Vexame consentido. A Anistia Internacional denunciou uma onda de prisões em Cuba às vésperas do encontro da Celac, com a participação de Dilma. Cinco ativistas estão em prisão domiciliar e 18 proibidos de ir a Havana.
 
• Pensando bem......a empreiteira é Odebrecht, mas pode chamá-la de OAL (Obrigado, Amigo Lula). Lembra outra baiana, OAS, aquela do amigo sogro ACM.
   
     
O PODER SEM PUDOR - Festa para poucos.
 
Certa vez, durante festa de aniversário do ministro Dias Tóffoli (STF) no Bar Brahma, em São Paulo, com a presença de ministros de tribunais superiores, advogados e empresários, como João Carlos Di Gênio, entre outros, o cantor Cauby Peixoto tentou ser gentil e interrompeu o show para fazer um registro que deixou a todos constrangidos:
  
- Bem, fui informado de que esta é uma festa privada de empresários. Sendo assim, ficam aqui meus votos de que façam bons negócios nesta aprazível casa noturna.
 
 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
 
  

20 obras que o BNDES financiou em outros países

Como estes existem mais de 3.000 empréstimos concedidos pelo BNDES no período de 2009 a 2014. A seleção dos recebedores destes investimentos, porém, segue incerta.
Prédio do BNDES
por 10 de outubro de 2014
  
 
O que é isso?
 
Não é novidade para ninguém que o Brasil tem um problema grave de infraestrutura. Diante dessa questão, o que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) faz? Financia portos, estradas e ferrovias – não exatamente no Brasil, mas em diversos países ao redor do mundo.
Desde que Guido Mantega deixou a presidência do BNDES, em 2006, e se tornou Ministro da Fazenda, em 2006, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social tornou-se peça chave no modelo de desenvolvimento proposto pelo governo. Desde então, o total de empréstimos do Tesouro ao BNDES saltou de R$ 9,9 bilhões — 0,4% do PIB — para R$ 414 bilhões — 8,4% do PIB.
Alguns desses empréstimos, aqueles destinados a financiar atividades de empresas brasileiras no exterior, eram considerados secretos pelo banco. Só foram revelados porque o Ministério Público Federal pediu na justiça a liberação dessas informações. Em agosto, o juiz Adverci Mendes de Abreu, da 20.ª Vara Federal de Brasília, considerou que a divulgação dos dados de operações com empresas privadas “não viola os princípios que garantem o sigilo fiscal e bancário” dos envolvidos. A partir dessa decisão, o BNDES é obrigado a fornecer dados sobre que o Tribunal de Contas da União, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) solicitarem. Descobriu-se assim uma lista com mais de 2.000 empréstimos concedidos pelo banco desde 1998 para construção de usinas, portos, rodovias e aeroportos no exterior.
  
img1398939784
   
Quem defende o financiamento de empresas brasileiras no exterior argumenta que a prática não é exclusiva do Brasil. Também ocorre na China, Espanha ou Estados Unidos por exemplo. O BNDES alega também que os valores destinados a essa modalidade de financiamento correspondem a cerca de 2% do total de empréstimos, e que os valores são destinados a empresas brasileiras (empreiteiras em sua maioria), e não aos governos estrangeiros.
A seleção dos recebedores destes investimentos, porém, segue incerta: ninguém sabe quais critérios o BNDES usa para escolher os agraciados pelos empréstimos. Boa parte das obras financiadas ocorre em países pouco expressivos para o Brasil em termos de relações comerciais, o que leva a suspeita de caráter político na escolha.
Outra questão polêmica são os juros abaixo do mercado que o banco concede às empresas. Ao subsidiar os empréstimos, o BNDES funciona como um Bolsa Família ao contrário, um motor de desigualdade: tira dos pobres para dar aos ricos. Ou melhor, capta dinheiro emitindo títulos públicos, com base na taxa Selic (11% ao ano), e empresta a 6%. Isso significa que ele arca com 5% de todo o dinheiro emprestado. Dos R$ 414 bilhões emprestados este ano, R$ 20,7 bilhões são pagos pelo banco. É um valor similar aos R$ 25 bilhões gastos pelo governo no Bolsa Família, que atinge 36 milhões de brasileiros.
Seguem 20 exemplos de investimentos que o banco considerou estarem aptos a receberem investimentos financiados por recursos brasileiros. Você confirma todas as informações clicando aqui.
  

1) Porto de Mariel (Cuba)

porto-mariel-cuba
Valor da obra – US$ 957 milhões (US$ 682 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
  

2) Hidrelétrica de San Francisco (Equador)

uhe-sanfrancisco-equador_1
Valor da obra – US$ 243 milhões
Empresa responsável – Odebrecht
Após a conclusão da obra, o governo equatoriano questionou a empresa brasileira sobre defeitos apresentados pela planta. A Odebrecht foi expulsa do Equador e o presidente equatoriano ameaçou dar calote no BNDES.
  

3) Hidrelétrica Manduriacu (Equador)

manduriacu
Valor da obra – US$ 124,8 milhões (US$ 90 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
Após 3 anos, os dois países ‘reatam relações’, e apesar da ameaça de calote, o Brasil concede novo empréstimo ao Equador.
  

4) Hidroelétrica de Chaglla (Peru)

ala1
Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 320 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
  

5) Metrô Cidade do Panamá (Panamá)

panama-Metro
Valor da obra – US$ 1 bilhão
Empresa responsável – Odebrecht
  

6) Autopista Madden-Colón (Panamá)

sec_1_panama_11
Valor da obra – US$ 152,8 milhões
Empresa responsável – Odebrecht
  

7) Aqueduto de Chaco (Argentina)

img_964
Valor da obra – US$ 180 milhões do BNDES
Empresa responsável – OAS
  

8) Soterramento do Ferrocarril Sarmiento (Argentina)

1652110w645
Valor – US$ 1,5 bilhões do BNDES
Empresa responsável – Odebrecht
   

9) Linhas 3 e 4 do Metrô de Caracas (Venezuela)

01.-Metro-de-Caracas
Valor da obra – US$ 732 milhões
Empresa responsável – Odebrecht
   

10) Segunda ponte sobre o rio Orinoco (Venezuela)

ponte-rio-orinoco2_g
Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 300 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
    

11) Barragem de Moamba Major (Moçambique)

imagem-1228
Valor da obra – US$ 460 milhões (US$ 350 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Andrade Gutierrez
   

12) Aeroporto de Nacala (Moçambique)

nacala_1
Valor da obra – US$ 200 milhões ($125 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
  

13) BRT da capital Maputo (Moçambique)

Mhoje_baixa3_photo_jpg
Valor da obra – US$ 220 milhões (US$ 180 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht
   

14) Hidrelétrica de Tumarín  (Nicarágua)

Agua-Verm0801
Valor da obra – US$ 1,1 bilhão (US$ 343 milhões)
Empresa responsável – Queiroz Galvão
*A Eletrobrás participa do consórcio que irá gerir a hidroelétrica
  

15) Projeto Hacia el Norte – Rurrenabaque-El-Chorro (Bolívia)

Evo-y-Lula-da-Silva
Valor da obra – US$ 199 milhões
Empresa responsável – Queiroz Galvão
  

16) Exportação de 127 ônibus (Colômbia)

120_transmilenio_1
Valor – US$ 26,8 milhões
Empresa responsável – San Marino
  

17) Exportação de 20 aviões (Argentina)

0,,19422150,00
Valor – US$ 595 milhões
Empresa responsável – Embraer
  

18) Abastecimento de água da capital peruana – Projeto Bayovar (Peru)

4568916331_6d20d28d33_z
Valor – Não informado
Empresa responsável – Andrade Gutierrez
  

19) Renovação da rede de gasodutos em Montevideo (Uruguai)

y-Gasoducto-Neuba-II-editada
Valor – Não informado
Empresa responsável – OAS
  

20) Via Expressa Luanda/Kifangondo

via
Valor – Não informado
Empresa responsável – Queiroz Galvão
Como estes existem mais de 3000 empréstimos concedidos pelo BNDES no período de 2009-2014. Conforme mencionado acima, o banco não fornece os valores… Ainda.
  
  
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
  
  
VEJAM OUTROS ARTIGOS DESTE MESMO BLOG SOBRE TEMAS RELACIONADOS:
    
  





28 de outubro de 2014

Mais corrupção da esquerda, os canhotos NUNCA PARAM

   
     
   
Artigo contribuído por ex cooperados da Bancoop, que me enviou por e-mail.
  
 
 
 

GRUPO SCHAHIN E POLÍTICOS 
      
   
 
28/04/2010
LUCIO BOLONHA FUNARO FALA A CPI DAS ONGs, Cita JOÃO VACCARI e GRUPO SCHAHIN + Contrato de 7 Bilhões com Petrobras. Diz que João Vaccari  tem proximidade com GRUPO SCHAHIN, e que tal grupo cometeu fraudes financeiras.  Taquigrafia: (aqui)

     
     
28/04/2010
LUCIO BOLONHA FUNARO FALA A CPI DAS ONGs – grupo SCHAHIN atua recebendo milhões fora do pais da PETROBRAS! (aqui)

   
  
28/04/2010
Petrobras nega operações fraudulentas com grupo Schahin (aqui)

  
  
29/04/2010
Respostas à imprensa sobre grupo Schahin(aqui)
  
  
26/08/2012 
BC e MP investigam fraudes no banco Schahin tem rombo de aproximadamente R$ 1,1 bilhão, resultado de fraudes e outras irregularidades (aqui)
  
  
26/08/2012
BC vai desvendando o ninho de fraudes do Banco Schahin / 4º banco quebrado com fraudes em dois anos (aqui)
  
 
11/12/2012
MARCOS VALÉRIO AO MPF:
PT teria pedido R$ 6 milhões a Valério para cessar chantagem a Lula .O dinheiro teria vindo de um empréstimo firmado por José Carlos Bumlai no Banco Schahin (aqui)
  
     
05/08/2013
Banco Schahin é investigado por desvio de R$ 156 milhões (aqui)
   
   
12/04/2014
Deputado André Vargas insinuou que Bernardo é beneficiário do propinoduto que opera na Petrobras. O ministro, segundo o deputado, seria o intermediário de contratos entre o grupo Schahin, recorrente em escândalos petistas, e a petroleira. (aqui)

    
 
12/04/2014
Paulo Bernardo repele insinuação de que teria se beneficiado de propinoduto na Petrobras (aqui)
   
      
03/07/2014
Investigado, grupo Schahin cria nova empresa na área de petróleo (aqui)

    
   
10/07/2014
Ex-dono do Banco Schahin é condenado a quatro anos de prisão, mas ficará em liberdade (aqui)

    
  
15/09/2014
José Baka Filho (PDT), o ex-prefeito de Paranaguá mais novo suspeito de envolvimento com Youssef, “Gazeta do Povo” revela que Paranaguá teve prejuízo ao aplicar em fundo de Youssef.
Paranaguá Previdência investiu R$ 2 milhões no fundo “Viaja Brasil”, parte do esquema criminoso do doleiro e investigado na Operação Lava Jato. Além da bisonha ligação do marido de Gleisi, Paulo Bernardo, com o grupo Schahin, fornecedor da Petrobras, os mensageiros de Vargas revelaram que a própria senadora teria vínculos com a empreiteira Camargo Corrêa (associada do grupo Schahin), que opera contratos bilionários com a estatal PETROBRAS. (aqui)

    
  
23/09/2014
Na Veja, André Vargas ligou Gleisi e Paulo Bernardo a escândalo de doleiros.
A cúpula do PT teve de levantar às pressas R$ 6 milhões para pagar o chantagista Enivaldo.
O ministro Paulo Bernardo, segundo o deputado André Vargas, seria o intermediário de contratos entre o grupo Schahin, recorrente em escândalos petistas, e a petroleira.(aqui)
  
  
 
VEJAM ESSE ARTIGO AQUI PRA CONFIRMAR AS INFORMAÇÕES ACIMA.
  
  
  
 
  

27 de outubro de 2014

A Ideologia marxista é destrutiva e criminosa

 
A petralhada juntamente com os demais partidos e colaboradores esquerdopatas sob coordenação continental do Foro de São Paulo ACABARAM com o Brasil por pura ideologia marxista, fanatismo ideológico de esquerda.
    
   
Passou da hora e está no momento oportuno da direita se mobilizar para promover em 2015 um projeto de lei que iguale/nivele a ideologia marxista (em todas as suas vertentes e facções) AO NAZISMO.
 
SIM! Só assim poremos por fim a essa patifaria, a essa roubalheira, a esse projeto totalitário de poder.
  
    
    
  
A ESQUERDA MARXISTA TRABALHA APENAS PRA AJUDAR A COMPANHEIRADA DOS OUTROS PAÍSES.
 
     
  
1 - DILMA INSTALA BOMBA DE EFEITO RETARDADO NO TESOURO
 

2 - DILMA INSTALA NO TESOURO UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

 
3 - LULA, DILMA E O PT ESTÃO DESESPERADOS
   
 
4 - O parceiro político do PT Esse é o MST de Dilma e Lula
 
 
5 - Crime eleitoral correios fazem panfletagem para Dilma
 
 
6 - Quentíssimo! Para você decidir seu voto no 2º turno; Pr. Silas comenta
 
 
7 - NÃO VOTEM NO PT - DIZ POLÍCIA FEDERAL

 
8 - DEPOIMENTO COMPLETO   PAULO ROBERTO COSTA DELAÇÃO PREMIADA   EX DIRETOR PETROBRÁS [AUDIO NA ÍNTEGRA]

 
9 - Depoimento do Doleiro Alberto Youssef Áudio Completo
 






26 de outubro de 2014

Quem são as pessoas que votam no PT ou em quaisquer outros partidos marxistas?

                
            
      
Aqueles(as) que votam no PT ou que pretendem votar no PT, ou simpatizam com quaisquer outros partidos marxistas de extrema esquerda, só podem ser (a meu ver) encaixados(as) em uma dessas cinco categorias.
   
   
   
 
1 – BURRO
   
São pessoas que não pensam, não raciocinam, não ligam os fatos, não tiram conclusões, não enxergam, não percebem, e por mais que a gente explique o assunto, continua a não entender.
   
   
   
 
2 – IGNORANTE
   
São pessoas que não tem o mínimo conhecimento de nada, como diz a palavra, ignorante é quem ignora, ou seja, é alguém que não sabe, que não conhece, e por não saber e não conhecer, continua a não querer saber de nada, já que em sua mente só predomina as ideias do senso comum criado pela imprensa e pelo sistema educacional, que molda a mentalidade, a visão de mundo, e faz um bloqueio das informações, e um controle ideológico para fazer as pessoas pensarem, sentirem, desejarem e se comportarem da forma como os manipuladores do sistema assim determinam.
São pessoas que estão presas na matrix, presas na espiral do silêncio, na desinformação, no marxismo cultural, presos ao senso comum, desprovidos de qualquer conhecimento dos fatos, não sabem como as coisas funcionam, não sabem o que está por trás, e quando a gente denuncia e tenta mostrar, essa gente ignorante resmunga, e acha que estamos com “treta”, que somos paranoicos, que vemos coisas onde não existe, que somos exagerados, que somos cismados, ou como costumam alegar, “somos” teóricos da conspiração, que inventamos coisas, ou que acreditamos em lendas urbanas, em mentiras inventadas por pessoas malucas e desocupadas, e coisas do tipo.
O ignorante, como sugere o nome, prefere IGNORAR, porque não tem o conhecimento, e se recusa a aceitar os fatos que denunciamos ao desmascarar essa manipulação e essa omissão dos fatos, essa gente pensa que já sabem das coisas e que não precisam saber mais nada.
   
   
    
 
3 – IGNORANTE E BURRO (ao mesmo tempo)
   
Esse tipo de gente é o pior, pois além de desconhecer totalmente os fatos, não quer saber de nada, e mesmo aqueles que aceitam ver alguma coisa, não consegue entender, e tudo fica sem sentido em sua cabecinha problemática cheia de dificuldades e bloqueios.
É a soma dos defeitos dos dois tipos anteriores.
   
  
  
 
4 – SIMPATIZANTE.
   
Gente que tem simpatia e muito apreço e respeito pelas ideias de esquerda, sem entender profundamente do que se trata, julga as coisas por mera “boniteza” de intenções, de “lindeza” das palavras, e da “nobreza” dos “projetos”.
Simpatizam sem saber do que se trata realmente, e por simpatizar, acha um absurdo haver algo de ruim por trás daquilo, e que, portanto, é impossível que tais pessoas tão ”boas” possam ter outras intenções malignas e manipulem tudo inescrupulosamente.
Imaginam que não faz sentido pessoas “boas” e “bem” intencionadas pensarem em algo tão maligno, e usar da ingenuidade de tantas pessoas para fins nefastos.
O simpatizante cria um bloqueio na mente, e se RECUSA a aceitar os fatos que denunciamos.
É o mesmo caso dos IGNORANTES, só que, com uma diferença, o ignorante puro e simples não tem ideologia, por isso, não simpatiza.
Já o simpatizante... além de ignorante torçe a favor.
E nesse grupo temos os simpatizantes ignorantes, e os simpatizantes burros, e obviamente, os simpatizantes burros e ignorantes, o que é pior ainda.
    
   
     
  
5 – MILITANTE ou ENGAJADO (filho da puta).
  
São pessoas que tem plena consciência do que representa sua ideologia e seu partido, e que se pretende fazer e que estão fazendo. Portanto, são gente da pior espécie, bando de canalhas filhos da puta do inferno!
Alguns tem apenas consciência parcial das coisas que ocorrem em seu partido, mas mesmo assim, APOIA, mesmo sabendo das coisas erradas.
Seja do tipo que tem plena consciência das coisas ou consciência parcial, qualquer um dos dois são a favor das coisas erradas que se comete em nome da "causa", por isso mesmo, não são pessoas normais, são histéricos conduzidos por psicopatas.
Assista a estes vídeos clicando nos links abaixo, e compreenda bem essa questão:




AGORA CONHEÇA OS TIPOS DE ELEITORES PETISTAS E NÃO PETISTAS:







  
  
 

25 de outubro de 2014

PT compra tudo, até pesquisas



ACORDO MILIONÁRIO ENTRE GOVERNO E IBOPE
        
     
O Ibope está acabando o "campo" da pesquisa que, segundo antecipam as fontes de sempre, deve mostrar que Dilma parou de cair e até cresceu um ou dois pontinhos na disputa pela presidência da República. O suficiente para não dar certeza de segundo turno. Com um aumento dos brancos, nulos e indecisos. Talvez até mesmo com Aécio Neves crescendo também um pontinho, para não dar na vista. A pesquisa é feita logo após a veiculação do programa do PT na TV e das veiculações de comerciais, além de uma bem estudada agenda de Dilma pelo Brasil à fora. 
   
O custo da pesquisa registrada no TSE é de R$ 180.000,00. O cliente não é um jornal, uma entidade de classe, uma emissora de TV. É o próprio Ibope. Os resultados devem sair a tempo de figurarem nas edições de sábado e domingo dos principais jornais. Mas a pesquisa está cercada de suspeitas. 
  
O Ibope tem contratos milionários com o Governo Federal. Dizem que totalizam R$ 4,6 milhões. Daria para fazer 25 pesquisas como esta, em andamento. Um destes contratos (veja abaixo), firmado em 2013, é de R$ 2.070.000. O último pagamento registrado foi feito em 17 de fevereiro último. O objetivo do contrato é amplo e, obviamente, deve estar incluindo pesquisas de preferência partidária ou eleitoral. Não há como fiscalizar. Veja abaixo.
  
Junto com os boatos antecipando resultados, corre outra grave denúncia: o Ibope, ao montar a amostra de cidades, teria incluído cidades onde Dilma esteve em eventos nos últimos dias. Cidades como Uberaba, Ipatinga, Governador Valadares, Juazeiro do Norte, Cabedelo, Parnaíba e Guarulhos. Além de cidades e até mesmo bairros com obras do Minha Casa, Minha Vida. A legislação permite que a amostra com cidades e bairros seja publicada em até sete dias após o registro da pesquisa. No caso desta pesquisa do Ibope, até o dia 24 de maio, próximo sábado. Como é final de semana, possivelmente só estará no site do TSE na próxima segunda-feira. 
  
O Ibope passou os últimos dois anos fazendo pesquisa para Dilma Rousseff. Tem a radiografia dos melhores e piores lugares em termos de apoio ou não ao atual governo. Não tem isenção para fazer uma pesquisa séria e, como em outras eleições, este instituto vai ajustar os seus resultados só lá na frente, na boca de urna. Vai sempre puxar para o seu cliente, neste caso o Governo Federal. Existe até mesmo uma piada no mercado político brasileiro: você compra uma pesquisa Ibope e ganha de brinde a margem de erro. Mas este é o Brasil de hoje, onde o STF solta um bandido de R$ 6,5 bilhões e a PF prende um governador porque tem uma pistola velha guardada em casa.
     


 

 

VEJAM ESSE OUTRO ARTIGO AQUI: